top of page
  • Foto do escritorOscar Valente Cardoso

Como a Inteligência Artificial Está Modificando a Prática Jurídica

Atualizado: 31 de mai. de 2023

A inteligência artificial (IA) está mudando a prática jurídica de várias maneiras, desde a previsão de riscos legais até a automação de tarefas repetitivas.


Além do uso nos tribunais, a IA pode melhorar a eficiência dos escritórios de advocacia, permitindo que os advogados se concentrem em tarefas de maior valor agregado.


Nesse contexto, citam-se 6 formas pelas quais a IA está mudando a prática jurídica:


1) Previsão de riscos legais: A IA pode ser usada para prever riscos legais e avaliar a probabilidade de sucesso em um litígio (especialmente na jurimetria). Isso pode ajudar os advogados a aconselhar seus clientes sobre as melhores opções e a tomar decisões mais informadas;


2) Análise de contratos: A IA pode ser usada para analisar contratos e identificar as cláusulas mais relevantes, como aquelas relativas a prazos de pagamento, obrigações e responsabilidades. Dessa forma, economiza-se tempo para os advogados que precisam ler e examinar contratos extensos;


3) Automatização de tarefas repetitivas: A IA pode ser usada para automatizar tarefas repetitivas, como a revisão de documentos legais, a pesquisa de precedentes e a preparação de documentos, o que auxilia a economizar tempo e a reduzir erros humanos;


4) Análise de dados: A IA pode ser usada para examinar grandes quantidades de dados e identificar padrões e tendências, o que pode ser útil para os advogados que trabalham em casos complexos e precisam de uma visão geral dos dados e das informações;


5) Chatbots: A IA pode ser usada para criar chatbots que interagem com clientes e respondem a perguntas básicas sobre seus direitos, o que pode ajudar a liberar tempo para os advogados se concentrarem em tarefas mais importantes;


6) Assistência jurídica virtual: A IA pode ser usada para criar assistência jurídica virtual, por meio da qual os clientes podem receber informações e orientações jurídicas básicas, sem a necessidade de um advogado presente.


Em resumo, a inteligência artificial está alterando de diversas formas a prática jurídica.


Os escritórios de advocacia podem usar a IA para prever riscos legais, automatizar tarefas repetitivas, analisar dados, criar chatbots e oferecer assistência jurídica virtual.


Ao implementar a IA, os advogados podem melhorar sua eficiência, economizar tempo e se concentrar em tarefas de maior valor agregado.



1.164 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page